Cartas diversas

Adriane Schirmer | São Paulo, SP

Segundo domingo de agosto: data em que mais fortemente nos lembramos dos pais da Terra e do Céu da Terra!

Pensei em como homenageá-lo, Irmão Paiva, nessa ocasião e, ao abrir a Bíblia Sagrada, li o capítulo terceiro dos Atos dos Apóstolos de Jesus: “A cura de um coxo”. Na referida passagem, Pedro e João encontraram-se com o pobre homem, que era levado diariamente até a porta do templo chamada Formosa, para pedir esmolas. Ao se dirigir aos Discípulos de Jesus, Pedro, ao lado de João, ordenou que o coxo olhasse para eles e disse: “Não possuo prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda!” O necessitado obedeceu, caminhou, e o povo se encheu de admiração por causa do acontecimento.

 

Que ensinamento extraordinário está contido nesse milagre de Fé Realizante de Pedro! Nesse trecho evangélico, vemos que o paralítico nem ao menos podia entrar no templo. Fica na porta. Mas, ao seguir os passos do Divino Mestre, o Apóstolo não desprezou, como era costume na época, aqueles que enfrentavam limitações físicas, mentais e espirituais. Pelo contrário. Nesse caso do paralítico, ofereceu a ele a maior riqueza: JESUS!

Semelhantemente ao que fizeram os Seguidores do Celeste Amigo, o senhor está, diuturnamente, estendendo suas mãos a todos os ouvintes, leitores, telespectadores e bradando: “Andem! Avante com o Cristo!”

Encerro essa minha cartinha com um trecho de seu livro Os mortos não morrem, que bem demonstra o que a lição evangélica nos ensina:

“Não é suficiente apenas saber que o mecanismo das vidas múltiplas é uma realidade. É essencial possuirmos a vivência da Ordem Suprema do Cristo — ‘amai-vos como Eu vos amei. Não há maior Amor do que doar a própria vida pelos seus amigos’ (Evangelho, segundo João, 13:34 e 15:13). Já asseverei, na abertura de meu livro Voltamos! — A Revolução Mundial dos Espíritos de Luz (1996), que o Mandamento Novo, a Sublime Norma do Cristo, é mais importante que o reconhecimento da própria universal Lei das Vidas Sucessivas, porquanto, antes de tudo, é preciso amar como o Cristo Ecumênico nos ama, para compreender e viver — sem oprimir  ninguém, muito menos os “párias” da existência humana — o Mecanismo da Legislação Divina, que só pode ser integralmente conduzido pelo Estadista Celestial, que está voltando à Terra, conforme prometeu:

‘Então, verão o Filho de Deus vir nas nuvens, com grande poder e glória’. Jesus (Marcos, 13:26)

‘Então, o Filho de Deus será visto voltando sobre as nuvens, com poder e grande glória’. Jesus (Lucas, 21:27)

“— ‘Então, aparecerá no céu o sinal do Filho de Deus; todos os povos da Terra se lamentarão e verão o Filho de Deus vindo sobre as nuvens com poder e grande glória’. Jesus (Mateus, 24:30)”.

 

Parabéns, Irmão Paiva, querido amigo! Grata por ser o pai espiritual de todos nós!

Que Jesus o cubra de bênçãos de saúde, paz, amor, felicidade e prosperidade espiritual neste Dia dos Pais, amanhã e sempre!

Com o Amor da Religião do Terceiro Milênio,

Adriane Schirmer

São Paulo, SP

Ecumenismo

Espiritualidade

Evangelho-Apocalipse

Revista JESUS ESTÁ CHEGANDO!

Av. Marechal Floriano, 114 • Centro • Rio de Janeiro/RJ20080-002

(21) 2216-7851

jesusestachegando@boavontade.com

Pesquisar