Notícias

Pesquisadora destaca o papel da oração em meio à pandemia de Covid-19

Acesse nosso conteúdo exclusivo grátis

Saiba mais

Autora da pesquisa, Jeanet Bentzen é professora associada no Departamento de Economia da Universidade de Copenhagen, na Dinamarca. (Foto: Independent Research Fund Denmark)

O último ano tem sido de grandes desafios para o mundo inteiro. Com a pandemia de Covid-19, a humanidade se encontrou diante de um dos quadros mais dramáticos de sua história recente, e paralelamente à tomada dos cuidados indispensáveis no combate ao novo coronavírus, tem sentido a necessidade de conforto espiritual. É o que demonstra a pesquisa da professora Jeanet Sinding Bentzen, da Universidade de Copenhagen, na Dinamarca. 

Ao analisar dados fornecidos pelo Google em 95 países, Bentzen constatou um aumento exponencial da busca pelo termo “oração” em março de 2020, mês em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a pandemia da doença causada pelo novo coronavírus. De acordo com a pesquisadora, a busca por orações alcançou o nível mais alto já registrado, superando a procura que ocorre tradicionalmente no Natal, na Páscoa e no Ramadan islâmico. Só no mês de março, a demanda por preces cresceu mais de 50% em relação à média registrada em fevereiro de 2020. Em seu artigo In Crisis, We Pray: Religiosity and the COVID-19 Pandemic1 (Em crise, oramos: religiosidade e a pandemia de Covid-19, tradução livre), relata Bentzen: “Em tempos de crise, as pessoas tendem a recorrer à religião para conforto e esclarecimento. (…) Mais da metade da população mundial tem orado pelo fim do novo coronavírus”. Ao encontro dessa afirmação, dados disponibilizados pelo Appfigures — ferramenta de análise e inteligência para o acompanhamento do desempenho de aplicativos — demonstraram 2 milhões de novos downloads da Bíblia Sagrada em língua inglesa apenas em março2. Como arremata a pesquisadora, “o aumento [da busca on-line por preces] não se apresenta meramente como uma alternativa aos serviços prestados por igrejas físicas, que fecharam para diminuir a disseminação do vírus. Em vez disso, se deve a uma demanda intensificada por religião: oramos para lidar com a adversidade”.

 

A oração como alimento da Alma

Em décadas de pregação do Evangelho-Apocalipse de Jesus, em Espírito e Verdade, à luz do Novo Mandamento do Cristo Planetário — “Amai-vos como eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos.” (Evangelho, segundo João, 13:34-35) —, o presidente-pregador da Religião do Terceiro Milênio, José de Paiva Netto, tem falado sobre o poder da oração na sustentação do ser humano e de seu Espírito Eterno. Em sua obra literária A Esperança não morre nunca — lançada digitalmente em abril de 2020 e já disponível em sua versão impressa —, o autor esclarece sobre o assunto no capítulo “Fé e Boas Obras”: Elevar o pensamento é fundamental a todo instante, porque a Alma, assim como o corpo, necessita de alimento. O que sustenta o Espírito é justamente a oração. O Amor que provém de Deus chega até nós, sobretudo, como resultado de nossa permanente sintonia com o Pai Celestial. Mas é preciso não esmorecer ante as intempéries da existência. É de Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista, este incentivo basilar: — Aquele que perseverar até ao fim será salvo (Evangelho, segundo Mateus, 10:22).

Nesse sentido, a Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo destaca a importância de aliar ao exercício da oração — o alimento da Alma, como define o Irmão Paiva — a prática das Boas Obras, com a perseverança ressaltada pelo Divino Mestre em Seu Evangelho-Apocalipse. Na Cruzada de Oração e Vigilância, a Super Rede Boa Vontade de Comunicação (rádio, TV, internet e publicações) tem contribuído para o fortalecimento dos Cristãos do Novo Mandamento de Jesus em meio ao necessário distanciamento social, para que sigam no cumprimento de sua parte — espiritual e materialmente — com a confiança inabalável no amparo do Amor de Deus à humanidade.

Busca mundial por oração dispara em março de 2020, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) declara a pandemia de Covid-19. (Gráfico: The Telegraph)

 

Ore conosco!

Solicite a realização, por meios digitais, de uma Cruzada do Novo Mandamento de Jesus no Lar. Para informações, ligue: 0300 10 07 940 (custo de ligação local mais impostos).

_______________

1 Confira o artigo completo, em inglês: https://www.researchgate.net/publication/343627578_In_Crisis_We_Pray_Religiosity_and_the_COVID-19_Pandemic

2 “Pandemic prompts surge in interest in prayer, Google data show” [https://www.telegraph.co.uk/global-health/climate-and-people/pandemic-prompts-surge-interest-prayer-google-data-show/]

ENTRE PARA O NOSSO CLUBE DE ASSINATURA

Edição atual de JESUS ESTÁ CHEGANDO!

Livros do escritor Paiva Netto

Brindes especiais: souvenirs para seu dia a dia

Livros infantis

Frete grátis para todo o Brasil