Voltamos!

O futuro é agora

Céu e Terra, Ciência e Espírito, cônjuges que, unidos, só benefícios trarão à sociedade. Foi o que o ilustre Espírito Dr. Bezerra de Menezes (1831-1900) esclareceu na Reunião do Centro Espiritual Universalista, o CEU da Religião de Deus, realizada no Rio de Janeiro/RJ, em 16 de fevereiro de 2008, sábado. Um produtivo encontro marcado por fenômenos de efeitos físicos, entre eles o éter, a luz ectoplásmica, compostos de fluidos e agradáveis aromas de perfume. Acontecimentos muito simples para os Seres que habitam o Mundo Invisível e que, um dia, serão devidamente compreendidos pelas cerebrações humanas. De fato, a existência espiritual nada tem de paranormal, é apenas o prosseguimento da vida em outras condições ambientais. O Presidente-Pregador da Religião Divina, José de Paiva Netto, solicitou a publicação imediata da palavra do nobre Dr. Bezerra nesta edição de JESUS ESTÁ CHEGANDO!. E ao nos instruir sobre qual deveria ser o título da matéria, “O futuro é agora”, comentou: “Isso é fundamental para todos nós. É um ensinamento espiritual de como estar lá na frente com Jesus! Vai clarear, amadurecer e divinamente impulsionar muitas mentalidades”.

Onde tudo começa

Deus Está Presente!

Se quisermos o futuro, o futuroserá nosso a partir de agora. Tudo, tudo, tudo depende de querermos. Tudo começa na vontade indomável de querer. Mesmo nos ambientes de total contrariedade, as coisas têm início quando realmente almejadas.

Conduzindo nossos caminhos

(…) Não podemos desestimular ninguém, sob pena de cometer o maior dos crimes: minar a perseverança alheia (nos caminhos de Deus). Diariamente corrigimos, acertamos, melhoramos, conduzimos nossos Irmãos, aparando as arestas. E assim trilhamos nossos caminhos com a proteção maior do Cristo Jesus.

Luz ectoplásmica

Para produzir a luz ectoplásmica que hoje trouxemos a este ambiente, uma qualidade especial que o Aparelho possui me ajuda muito. É uma substância que raramente encontramos em vasos físicos.

O Céu e a Terra são casados nas situações ectoplásmicas, mesmo aquelas que não são conscientes, as de efeitos físicos involuntários. Mas há o casamento científico-espiritual por trás de tudo. O conhecimento disso facilita a organização dos trabalhos espirituais, melhora o planejamento do que vamos realizar. E no cotidiano terreno, independentemente das crenças, das convicções de cada criatura, das situações delas, os efeitos físicos vão-se desenrolando e a Humanidade nem percebe, porque não pára para pensar, não os busca.

De vez em quando, temos criaturas que sentem algo a mais, uma diferenciação no próprio comportamento. Trabalho dos Anjos Guardiães que lhes aplicam os chamados passes mediúnicos, fluidos cósmicos, energias condensadoras, ou o que mais a Terra denomine. E, assim, homens, mulheres, jovens e crianças despertam para um caminho novo, e as relações do Espaço tornam-se mais amplas com as do orbe terráqueo.

Fluxo da Normalidade Divina

O mundo ainda deseja o sofrimento porque, se parasse para testar o Amor, o pensamento elevado, a compreensão dos assuntos espirituais, sentiria o próprio fluxo da Normalidade Divina, que é o perfeito acerto, no processo de evolução dos que militam neste Planeta.

Por isso, sempre que possível, chamamos a atenção de todos para que meditem, um pouco que seja. Sempre haverá luz na meditação, sempre! Uma fagulha ao menos, mas é Divina, iluminará até mesmo o quintal de nossas existências. Não é difícil ligar-se aos Céus. O distanciamento gera as turbulências.

Família Universo

O Mundo Espiritual é menos complicado do que se imagina. Nele, digamos, tudo depende da Terra, como na Terra tudo depende do Céu, como num casamento.

Para que a Família Universo seja bem constituída, precisamos dos cônjuges Céu e Terra vivendo em perfeita união. Não há família que tenha felicidade se não possuir a harmonia no lar. É assim o Universo. Os filhos serão as realizações da Humanidade. E cremos que ela carece ainda de melhores obras, porque a família não está unida, não há uma ligação positiva.

Umbral não é eterno

E falamos dos casamentos de Espíritos na Terra e no Espaço do Bem. Não podemos considerar os umbrais, porque lá as moradias são sempre transitórias. O umbral não é eterno, portanto não tem a ver com o casamento do Universo. Ele existirá enquanto o Ser Humano desejar, conscientemente ou não. Saiam dos dramas, saiam do umbral! E isso é plenamente possível.

Nosso Irmão Maior Paiva Netto definiu muito bem: “Não podemos trazer o umbral na Alma”. Exato, na Alma! Se assim fizermos, levaremos a mensagem umbralina por onde formos. Eis os grandes riscos da Humanidade.

Saber utilizar a experiência adquirida

(…) Na medida em que nos aprofundamos nas considerações espirituais latentes em nossa agenda de trabalho, tudo é experiência. E, se sabemos lidar com elas, somos capazes de conseguir tudo, tudo, absolutamente tudo que procurarmos pelo Bem das Obras de Deus.

Lembrem-se: quando os assuntos estiverem difíceis, sem soluções imediatas, parem cinco minutos, dez minutos, relaxem e meditem. O mundo não acabará por esse motivo. Façam isso, ouçam músicas espirituais elevadas, e o socorro celeste virá. Precisamos apenas que todos realmente acreditem, pensem nisso, com toda a força de suas almas.

Intuição de Deus, pousagem bendita

O Sol brilha, o Sol brilha para as Instituições da Boa Vontade de Deus! Ajustemos e cheguemos antes nas providências diárias, sempre antes, sempre antes! Nosso Irmão Maior é craque nisso. Sabem por quê? Porque respeita a intuição que Deus lhe dá. Respeita! Ele procura manter diálogo com a própria intuição bendita. E, com isso, os assuntos pouco a pouco vão se resolvendo.

Se soubermos todos respeitar as orientações de Deus, que vêm diariamente por intermédio de nossa bendita intuição, dialogando sempre com ela, nos daremos muito bem. Porque, se estivermos na boa faixa vibratória, não receberemos intuições ordinárias que nos queiram tirar do eixo. Se pensarmos corretamente, as intuições serão as perfeitas, a pousagem bendita.

Talvez o que me concedeu sobrevida, no fim do século retrasado na Terra, tenha sido a misericórdia de Deus que, pela intuição, me falava: — Persevere, persevere, persevere!*

Jamais me faltou à época o Amparo de Deus pela intuição, pelo sentimento! Vivamos isso!

A vitória é nossa!

Viva Jesus!

________________

* Neste momento, ao recordar as imensas dificuldades e, muita vez, o abandono que sofreu de companheiros de jornada, em sua última reencarnação na Terra, o Espírito Dr. Bezerra de Menezes demonstrou grande emoção, que se refletiu no Aparelho Mediúnico, Chico Periotto, que lhe servia para a manifestação.

 

Estamos montando nosso clube de assinatura. Deixe seu e-mail que informaremos assim que entrar no ar =)

Ecumenismo

Espiritualidade

Evangelho-Apocalipse

Revista JESUS ESTÁ CHEGANDO!

Av. Marechal Floriano, 114 • Centro • Rio de Janeiro/RJ20080-002

(21) 2216-7851

jesusestachegando@boavontade.com

Pesquisar