Voltamos!

Espiritualidade, Famílias e o Evangelho de Jesus

Uma mensagem espiritual muito educativa! É como poderíamos definir o recado do Espírito Dr. Bezerra de Menezes, por intermédio do Sensitivo Cristão do Novo Mandamento Chico Periotto, transmitido no Rio de Janeiro/RJ, em 16 de maio de 2015, por ocasião do Dia Internacional da Família, comemorado em 15 de maio. A reunião entre Terra e Céu ocorreu sob o comando do Irmão José de Paiva Netto, Presidente-Pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo.

A seguir, trechos das orientações do Dr. Bezerra:

 Alvino de Barros

Saudações iniciais

1) Deus Está Presente!

2) Salve, Irmão e Amigo, Irmão Maior Paiva Netto!

3) Estamos sob os acordes de Maria, Mãe de Jesus! A maternidade que falta ao mundo!

Como atrair benesses espirituais para a saúde

4) Todos são beneficiados na Corrente da Boa Vontade de Deus. Pensem naqueles que necessitam do Socorro Divino, e eles serão automaticamente, pela Luz do Cristo, amparados. É o poder extraordinário da oração, a vontade de se integrar ao Criador, ao seio da Cristandade.

5) Para o melhor aproveitamento do socorro espiritual que as criaturas humanas recebem da Falange da Boa Vontade, a Fé, a condução do lenitivo individual, vem pelo canal absoluto dos pensamentos.

6) Por isso, [vocês] devem evitar, durante o dia, comer demais e devem estar um pouco mais reservados às leituras dos livros espirituais e do Evangelho de Jesus.

7) Se queremos atrair as benesses que representam a nossa estabilidade futura na saúde, devemos conduzir-nos por leituras edificantes dos livros espirituais, do Evangelho e do Apocalipse de Jesus, que façam os Espíritos que nos acompanham, os nossos Anjos da Guarda, os nossos guias do Espaço, se sentir aptos a fazer o trabalho de regeneração de nossos vasos físicos. Eis o meu recado a todos.

Amor — o maior ímã da Espiritualidade

8) Espíritos afins se reencontram no universo carnal. É ilusão acharmos que estaremos distantes daqueles que amamos, pois o Amor é o maior ímã da Espiritualidade, é a atração que não cessa em nenhum momento. É o próprio Deus atuando, ligando as criaturas umas às outras por força do coração, do sentimento.

9) Não podemos esquecer que Quem criou as Famílias foi Deus, o Pai Celeste, por intermédio de células afins. E, quando falamos em Famílias, falamos em felicidade, em harmonia e em provações também.

10) Felizes dos que passam pelas provações e sobem, e evoluem, e marcham, suplantando as intempéries da convivência.

Ímã inquebrantável

11) Os sinais de amizade nunca se apagam de nossa Alma.

12) Todos os que estão no Mundo Espiritual recebem a boa vibração quando na Terra as criaturas lembram deles com o coração aberto, com agradecimento de Alma. Faz muito bem a todos. E os Espíritos têm muito maior sensibilidade, porque já não possuem a roupa carnal. Então, tudo que se fala, tudo que se diz, toda a vibração é contabilizada.

13) A vibração é ímã inquebrantável, insuperável. Faz da afinidade seu elo propulsor.

Parábola dos talentos

14) Nossos Irmãos Espirituais — que acompanham os nossos aguerridos administradores, os responsáveis pelas Instituições da Boa Vontade de Deus, liderados pelo Irmão Maior Paiva Netto — sugerem que a Parábola dos talentos*¹ (Evangelho de Jesus, segundo Mateus, 25:14 a 30), da multiplicação dos talentos, seja a bandeira que inicie a semana. Que a Parábola dos talentos seja um formidável mote de trabalho a todos!

Avancemos além

15) Nosso Irmão Professor Fabiano de Castela nos diz aqui ao lado, que separou, no livro Fonte Viva [do Espírito Emmanuel, pela psicografia de Chico Xavier], um capítulo. Se não me engano, é o último livro exposto aqui ao lado. Ele colocou alguma coisa*2 no livro, assinalando a página “Avancemos além*³”.

16) Enquanto trabalhamos por intermédio do aparelho mediúnico, nossa equipe espiritual opera aqui dentro deste ambiente*4. Todos estão recebendo os fluidos espirituais necessários, sentirão arrepios da felicidade do Alto em ver a família reunida, coesa, feliz.

Fortalecer os laços da Família

17) Hoje é um dia feliz para os nossos Irmãos da Pátria da Verdade. Quando, na Terra, criaturas de Deus crescem espiritualmente, todos são contagiados com alegria, com imenso Amor.

18) Espíritos descem e sobem todos os dias. Porém, Apóstolos demoram mais tanto para descer quanto para subir ao Mundo Espiritual. E necessitamos que os Apóstolos estejam sempre blindados pelas Forças Divinas no cumprimento de suas exponenciais missões.

19) Hosanas ao Criador! Glória a Maria Santíssima, Mãe de Jesus, nossa Mãe excelsa!

20) Fortalecer os laços da Família ainda é o grande trabalho a ser desenvolvido na Terra. As Famílias prontas, preparadas, unidas, coesas farão comunidades, países, civilizações melhores.

21) Fico muito grato ao nobre casal Paiva Netto e Lucimara Augusta e a todos os presentes, da Terra e do Espaço, por nos receberem, em mais uma reunião do Centro Espiritual Universalista da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo dedicada à fluidificação direta do vaso físico de todos os nossos Irmãos que aqui nos prestigiam.

22) Deixo o aparelho [mediúnico] com a saudação da Boa Vontade de Deus:

23) Deus Está Presente! Viva Jesus!

_______________

*¹ A parábola dos talentos. Servo inútil.

(Mateus, 25:14 a 30; e Lucas, 19:11 a 27.)

 “Pois é assim como um homem que, partindo para outro país, chamou seus servos e lhes entregou os seus bens: a um deu cinco talentos, a outro dois e a outro um, de acordo com as suas capacidades, e partiu de viagem. O que recebeu cinco talentos foi imediatamente negociar com eles e ganhou outros cinco; o mesmo fez o que recebera dois, e ganhou outros dois. Mas o que apenas um havia recebido, foi-se e fez uma cova no chão e escondeu o dinheiro do seu senhor. Depois de muito tempo, voltou o senhor daqueles servos e os chamou a contas. Veio o que recebera cinco talentos e lhe apresentou outros cinco, dizendo: Senhor, entregaste-me cinco talentos; aqui estão mais cinco que eu ganhei. Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel, já que foste fiel no pouco, confiar-te-ei o muito; entra no gozo do teu senhor. Veio também o que recebera dois talentos e disse: Senhor, entregaste-me dois talentos; aqui estão outros dois que eu ganhei. Disse-lhe o seu senhor: Muito bem, servo bom e fiel, já que foste fiel no pouco, confiar-te-ei o muito; entra no gozo do teu senhor. Veio por fim o que havia recebido um só talento, dizendo: Senhor, eu sei que és um homem severo, ceifas onde não semeaste, e recolhes onde não espalhaste; e, temeroso, fui esconder o teu talento na terra; aqui tens o que é teu. Seu senhor respondeu: Servo mau e preguiçoso, sabias que ceifo onde não semeei e que recolho onde não espalhei? devias, então, ter entregado o meu dinheiro aos banqueiros e, à minha volta, eu teria recebido o que é meu com juros. Tirai-lhe, pois, o talento, e dai-o ao que tem os dez talentos; porque a todo aquele que tem, dar-se-lhe-á, e terá em abundância; mas ao que não tem, até o que tem, ser-lhe-á tirado. Ao servo inútil, porém, lançai nas trevas exteriores; ali haverá o choro e o ranger de dentes.

_______________

(Nota do compilador: — A parábola acima, registrada por Mateus, é conhecida pelo nome de Parábola dos talentos. Lucas relatou uma outra — a das dez minas. Como ambas encerram os mesmos ensinamentos, dispensamo-nos de registrar essa outra). Fonte: MÍNIMUS. Síntese de O Novo Testamento. 6a edição. Rio de Janeiro: FEB, 1998.

_______________

*3 Avancemos além

Emmanuel

 “Pelo que, deixando os rudimentos da doutrina do Cristo, prossigamos até à perfeição, não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas.” — Paulo.

(Hebreus, 6:1.)

Aceitar o poder de Jesus, guardar certeza da própria ressurreição além da morte, reconfortar-se ante os benefícios da crença, constituem fase rudimentar no aprendizado do Evangelho.

Praticar as lições recebidas, afeiçoando a elas nossas experiências pessoais de cada dia, representa o curso vivo e santificante.

O aluno que não se retira dos exercícios no alfabeto nunca penetra o luminoso domínio mental dos grandes mestres.

Não basta situar nossa alma no pórtico do templo e aí dobrar os joelhos reverentemente; é imprescindível regressar aos caminhos vulgares e concretizar, em nós mesmos, os princípios da fé redentora, sublimando a vida comum.

Que dizer do operário que somente visitasse a porta de sua oficina, louvando-lhe a grandeza, sem, contudo, dedicar-se ao trabalho que ela reclama? Que dizer do navio admiravelmente equipado que vivesse indefinidamente na praia sem navegar?

Existem milhares de crentes da Boa Nova nessa lastimável posição de estacionamento. São quase sempre pessoas corretas em todos os rudimentos da doutrina do Cristo. Creem, adoram e consolam-se, irrepreensivelmente; todavia, não marcham para diante, no sentido de se tornarem mais sábias e mais nobres. Não sabem agir, nem lutar e nem sofrer, em se vendo sozinhas, sob o ponto de vista humano.

Precavendo-se contra semelhantes males, afirmou Paulo, com profundo acerto: — “Deixando os rudimentos da doutrina de Jesus, prossigamos até à perfeição, abstendo-nos de repetir muitos arrependimentos porque então não passaremos de autores de obras mortas”.

Evitemos, assim, a posição do aluno que estuda… e jamais se harmoniza com a lição, recordando também que se o arrependimento é útil, de quando em quando, o arrepender-se a toda hora é sinal de teimosia e viciação.

_________________

Fonte: XAVIER, Francisco Cândido. Emmanuel. Fonte Viva. Capítulo 83. IV Volume da Coleção “Fonte Viva” — Interpretação dos Textos Evangélicos. Rio de Janeiro: FEB, 1952.

************

*2 O Espírito Professor Fabiano de Castela havia colocado um post-it e escrito “aqui”, marcando a página sugerida no livro Fonte Viva — um feliz e belo exemplo da presença da Espiritualidade Superior, protegendo os seres humanos.

*4 Além da página marcada no livro — sem a intervenção humana —, pudemos observar a manifestação dos fenômenos de efeitos físicos ocorridos no dia por intermédio de agradável perfume e da luz espiritual que se tornava visível, emocionando a todos.

Estamos montando nosso clube de assinatura. Deixe seu e-mail que informaremos assim que entrar no ar =)

Ecumenismo

Espiritualidade

Evangelho-Apocalipse

Revista JESUS ESTÁ CHEGANDO!

Av. Marechal Floriano, 114 • Centro • Rio de Janeiro/RJ20080-002

(21) 2216-7851

jesusestachegando@boavontade.com

Pesquisar