Salve, JESUS!

Como vencer em tempos de crise

Henrique Lúcio Nonnemacher

Da reunião do Centro Espiritual Universalista, o CEU da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, realizada no Rio de Janeiro/RJ, em 25 de abril de 2015, destacamos nesta edição trechos do recado espiritual do dia e importante passagem do Evangelho de Jesus acompanhada de oração e comentários do Irmão José de Paiva Netto. Por intermédio do Sensitivo Cristão do Novo Mandamento Chico Periotto, assim se manifestou o Espírito Irmão Flexa Dourada:

1) Salve, Jesus!

2) Os Espíritos de Deus estão sempre acompanhando os que trabalham por Ele.

3) O Sol está brilhando para as Instituições da Boa Vontade de Deus, mesmo num planeta atrasado espiritualmente.

4) Confiança! Estabelecer a confiança [entre os dois mundos: material e espiritual] e fazer cada um a sua parte.

5) Aos trabalhadores de Boa Vontade, reafirmamos: o Sol Jesus está brilhando em todos os momentos. Cada dificuldade a mais é mais um prêmio de Deus que vai surgir na vida de cada um.

6) E o trabalho, no final, vai dar tudo certo: essa coesão espiritual entre os da Terra e os do Espaço Superior. É isso, é a busca incessante disso.

7) “Insistência, persistência e obstinação no Bem”, como disse o Dr. Bezerra.

8) Não acreditem nas notícias terrestres. Acreditem nos Espíritos do Bem.

9) Quanto mais as pessoas lembram e pensam [nos Espíritos de Deus], e pedem, e suplicam, e oram, e fazem menção, e falam, os Espíritos elevados vêm, os Espíritos se aproximam e vão ajudar.

10) Assim, as pessoas crescem espiritualmente e na faixa certa, porque tem muitos Espíritos que comandam os da Terra, mas são Espíritos da pá virada*. [Cuidado com eles!] No fundo querem o mal, não querem o Bem; aparentam querer o Bem.

11) Já há uma cortina de Espíritos do Bem aqui em Cima do Brasil, que são revezados a cada tempo para poder barrar a chegada de muitos Espíritos ruins. Espíritos bons aqui em Cima estão designados a segurá-los como um cordão de isolamento.

12) Mas lembramos que os Espíritos do mal só conseguem se aproximar pela força da atração daqueles que estão reencarnados, quando [estes] os buscam por seus pensamentos e atos. Há um embate muito grande no Mundo Espiritual.

13) Muitos [na Terra] querem distração, querem distrair o povo, querem distrair todo mundo, pensando que essa distração vai ficar barata. Serão os primeiros a ter suas vidas condenadas espiritualmente, se não for materialmente. [Oremos por eles.]

14) A mensagem que o Irmão de Paiva leu do Evangelho hoje [“A primeira multiplicação de pães e peixes” — Evangelho de Jesus, segundo Mateus, 14:13 a 21] é excelente a todos.

15) E é necessário preparar essas gerações, lembrando que cada um preparado é um Brasil e um planeta com possibilidade de mudança para melhor.

 

A primeira multiplicação de pães e peixes

Relato evangélico lido e comentado pelo Irmão Paiva Netto na abertura da Reunião Espiritual do dia 25 de abril de 2015.

A passagem do Evangelho de Jesus, segundo Mateus, 14:13 a 21, que lerei agora é justíssima para hoje, pois cuida da primeira multiplicação de pães e peixes, numa hora em que o Brasil vive certa crise. Mas venceremos tudo, porque ela nos inspira à vitória sobre qualquer crise que acometa as pessoas ou as nações.

 

13 Jesus, ouvindo que João Batista fora decapitado por ordem de Herodes, retirou-se dali num barco, para um lugar deserto, à parte. Sabendo disso, as massas populares vieram das cidades, seguindo-O por terra.

14 Desembarcando, Ele viu uma grande multidão. Compadeceu-se dela e curou os seus enfermos.

15 Ao cair da tarde, aproximando-se Dele, os discípulos Lhe disseram: Senhor, o lugar é deserto, e vai adiantada a hora. Despede, pois, esse povo para que, indo pelas aldeias, compre para si o que comer.

16 Jesus, porém, lhes disse: Não precisam retirar-se; dai-lhes, vós mesmos, o alimento.

17 Ao que Lhe responderam: Senhor, não temos aqui senão cinco pães e dois peixinhos!

18 Então, o Mestre ordenou-lhes: Trazei-os a mim.

19 E, tendo mandado que todos se assentassem sobre a relva, tomando os cinco pães e os dois peixinhos, erguendo os olhos aos Céus, os abençoou. Depois, havendo partido os pães, deu-os aos discípulos, e estes, às multidões.

20 Todos comeram e se fartaram. E, dos pedaços que sobraram, recolheram ainda doze cestos repletos.

21 E os que comeram foram cerca de cinco mil homens, além de mulheres e crianças.

 

E prossegue o Irmão Paiva Netto com seus comentários:

Oração

Jesus, abençoadas sejam as mil lições que o Senhor nos dá nas várias passagens do Seu Divino Evangelho.

Nesta, demonstras que nada fará falta aos que realmente creem em Ti de uma forma correta, honesta. Porque há no mundo aqueles que não padecem nenhum tipo de escassez material e que se utilizam das maneiras mais vis do que possuem, arrastando milhões à miséria. Contudo, aqui se encontra a solução divina que o Espírito Dr. Osmar Carvalho e Silva (1912-1975) tão bem resumiu, ao dizer:

— O nosso trabalho depende da dedicação de vocês, mas o sucesso de vocês depende do nosso apoio.

Esse recado veio por intermédio da psicografia do Sensitivo Legionário Chico Periotto, em Figueira da Foz, Portugal, no dia 6 de junho de 1992. Significa unir, como ensinou o Irmão Zarur, as Duas Humanidades: a da Terra à do Céu.

Jesus, disseste também:

— Eu sou a videira verdadeira [o Céu]; vós sois os ramos [a Terra]. Nada podereis fazer sem mim (Evangelho, segundo João, 15:5).

Claramente, o Cientista Celeste mostrou a notável importância de manter conectada a Humanidade da Terra à Humanidade Elevada do Céu. Seremos capazes de multiplicar tudo o que nos for necessário.

Meu muito obrigado ao apoio do ínclito Dr. Bezerra de Menezes e à sua maravilhosa Equipe Espiritual, que nos disseram que nada nos faltará, se nos mantivermos harmonizados com as lições de Jesus. Unidos e agindo de acordo com os ensinamentos do Cristo.

Lutaremos!

Grato, Senhor! Dá-nos a Divina Paz que prometeste àqueles que vivem o Teu Novo Mandamento:

Minha Paz vos deixo, minha Paz vos dou. Eu não vos dou a paz do mundo. Eu vos dou a Paz de Deus, que o mundo não vos pode dar (Evangelho, segundo João, 14:27).

Glória a Deus nas Alturas e Paz na Terra aos Homens [e às Mulheres, aos Jovens, às Crianças e aos Espíritos, as Almas Benditas] da Boa Vontade de Deus! (Evangelho, segundo Lucas, 2:14.)

Quem confia em Jesus não perde o seu tempo, porque Ele é o Grande Amigo que não abandona amigo no meio do caminho. Quanto mais perto de Jesus, mais longe dos problemas! Como dizia o Irmão Zarur:

Em qualquer circunstância, pensem logo em Jesus.

Viva Jesus em nossos corações para sempre!

Agora, nas mãos do Dr. Bezerra de Menezes, a reunião de hoje. Gloriosas mãos, sagradas mãos.

 


* Da pá virada — Esta expressão, de acordo com o historiador Luís da Câmara Cascudo (1898-1986), é provavelmente do século 19. Tinha um único significado: uma pá de pedreiro voltada para baixo é algo sem serventia. Atualmente, entre outros significados, qualifica pessoas de má índole e criadoras de casos.

Leitura exclusiva para assinantes.

Ecumenismo

Espiritualidade

Evangelho-Apocalipse

Revista JESUS ESTÁ CHEGANDO!

Av. Marechal Floriano, 114 • Centro • Rio de Janeiro/RJ20080-002

(21) 2216-7851

jesusestachegando@boavontade.com

Pesquisar