Editorial

“Ide e Pregai”. A Missão é Nossa! (Parte III – Final)

O impressionante ressurgimento de Jesus, no terceiro dia após o martírio do Gólgota, expandiu as possibilidades do conhecimento científico. Ao mesmo tempo, fortaleceu exponencialmente a Fé daqueles que Nele acreditam e perseveram.

A partir desse ponto, o líder da Religião de Deus aborda a ordem de evangelização, apontando seu caráter universal e cósmico-pacificador. Em seguida, expande o sentido do batismo de Jesus como princípio iniciático de transformação pessoal. Convida, então, o ser humano à ação militante fraterna, decidida, renovadora, que será coroada com o advento de uma era nova, conforme o autor destaca ao citar o Apocalipse de Jesus.

Os leitores ainda serão brindados com duas emocionantes preces. Conforto para a Alma, estímulo para as boas ações.

Ótima leitura!

 

Os editores

 

 

Invocação

Divino Jesus, que as minhas palavras sirvam de conforto e esclarecimento para todos aqueles e aquelas que as lerão. É o meu pedido à Tua suprema sabedoria e ao Teu coração bondoso.

Amém!

 

Nosso dever com o Cristo

Vamos aqui à ordem do Provedor Celeste, no Seu Evangelho, de se pregar até que formemos “um só Rebanho para um só Pastor” (Jesus João, 10:16). Este é o dever primordial da Religião de Deus, ao proclamar o Apocalipse e a Boa Nova do Profeta Divino, em Espírito e Verdade à luz de Seu Novo Mandamento.

Evangelho segundo Marcos, 16:9 a 20:

Jesus aparece a Maria Madalena

 

9 Havendo Jesus ressuscitado de manhã cedo no primeiro dia da semana, apareceu primeiro a Maria Madalena, da qual expelira sete demônios.

10 E, partindo, foi ela anunciá-Lo àqueles que, tendo sido companheiros de Jesus, se achavam tristes e choravam.

11 Estes, ouvindo que Jesus vivia e que fora visto por Madalena, não acreditaram.

 

Jesus aparece a dois de Seus Discípulos

 

E prossegue o Evangelista Marcos:

 

12 Depois disso, manifestou-se Jesus em outra forma a dois deles, que estavam de caminho para o campo.

 

O Cristo Ecumênico, estamos vendo, tomava o aspecto que Lhe aprouvesse, pois tinha corpo fluídico.

 

13 E, indo eles, anunciaram o fato aos demais; contudo, também a estes dois não deram crédito.

 

A ordem de evangelização

 

Nós acrescentamos: evangelização e apocaliptização.

 

14 Finalmente apareceu Jesus aos onze, estando eles à mesa, e censurou-lhes a incredulidade e dureza de coração, porque não deram crédito aos que O tinham visto já ressuscitado.

15 E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai este Evangelho a toda criatura.

16 Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado.

17 Estes sinais hão de acompanhar aqueles que creem: em meu nome, expelirão demônios e falarão novas línguas;

18 pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, estes ficarão curados.

 

A ascensão de Jesus

 

Isso é tão bonito, não acham?

 

19 De fato, Jesus, depois de lhes ter falado, foi recebido no Céu, e assentou-se à direita de Deus.

20 E eles, tendo partido, pregaram em toda parte, cooperando com eles o Senhor, e confirmando a palavra por meio de sinais que se seguiram.

 

Valor Supremo

Bom, essa passagem de A ordem de evangelização incentiva-nos a levar adiante a nossa tarefa. Estamos decididos em cooperar no surgimento do Rebanho Único do Pastor Divino. Já vimos que este não está restrito somente aos cristãos, mas abarca judeus, árabes, brasileiros, franceses, italianos, argentinos, uruguaios, venezuelanos, bolivianos, colombianos, paraguaios, chilenos, equatorianos, peruanos, americanos, russos, chineses, japoneses, coreanos, indianos, sulafricanos, mexicanos, enfim, todos os povos do mundo, com suas mais variadas crenças e descrenças. Na verdade, é para todos aqueles que tiverem amadurecimento espiritual para entendê-lo.

Desse modo, o trabalho dos Apóstolos e Discípulos de Jesus não ficou limitado à Judeia. Com isso, o Cristo Estadista nos faz superar todos os sectarismos e exclusivismos. E a turma não percebeu.

É, pois, hora de cumprirmos, neste fim de ciclo apocalíptico, a ordem do Governante Supremo deste planeta e divulgarmos, com a Religião de Deus, o Seu Evangelho-Apocalipse a toda a Humanidade.

 

O significado ecumênico de batismo e salvação

Quando o Celeste Taumaturgo determinou a Seus Discípulos o “Ide e pregai”, não ordenou que falassem apenas aos negros, ou somente aos brancos, amarelos, mestiços, a essa ou àquela nacionalidade. Não! Ele mandou que fosse “anunciado o Reino de Deus” a todo o mundo, a toda criatura. Prova de que Jesus era ecumênico (preocupado em levar a palavra do Bem a todos os cantos da Terra). Ele não considerava segmento humano algum salvo ou perdido. Cada um é que se define no seu caminho.

Deus nos concedeu a liberdade, o livre-arbítrio. É um democrata por excelência. Agora, o uso indevido que dessa condição fizermos resultará nas consequências boas ou más para a nossa vida. Não me canso de repetir: livre-arbítrio pressupõe  responsabilidade*1. É aquela coisa: o Pai Celestial ofertou o livre-arbítrio ao ser humano, mas o dotou de inteligência responsável. Então, temos de usá-la, pari passu, com o livre-arbítrio. Essa história de, por qualquer motivo, tentar impingir a culpa aos outros pelo nosso erro é uma grande falácia.

Ainda quanto a essa questão do batismo, no texto bíblico que lemos anteriormente há um ponto que gera muita polêmica:

 

16 Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado.

 

João Batista batizou com água. Mas o próprio precursor do Divino Mestre prometeu que viria alguém depois dele, que batizaria com fogo e Espírito Santo*2. Quer dizer, fogo, com provas, testes para Você crescer. Porque o ser humano geralmente só se desenvolve quando desafiado. Portanto, não é uma salvação desacompanhada de atitudes. A Fé é o combustível das Boas Obras. Logo, não se refere à fé ociosa, bastante cômoda de um triunfo sem méritos. Não! Trata-se da salvação alcançada pela Fé Realizante, que age em favor do progresso social, moral e espiritual do seu país e da Humanidade. Socorre quem está doente, quem passa frio e fome, quem está desempregado, quem perdeu a Fé, a esperança de uma vida melhor, cheia de virtude e prosperidade espiritual. Foi o que pregou e exemplificou Jesus. E é Ele mesmo que nos ordena, no Evangelho segundo Mateus, 10:7 e 8:

 

7 Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura, anunciando que é chegado o Reino de Deus.

 

E aqui o próprio Mestre fala em Boas Obras:

 

8 Curai os enfermos, limpai os leprosos [não só do corpo, mas também da Alma, porque, antes de aquele enfermar, esta adoece], ressuscitai os mortos [de Espírito], expulsai os demônios [da descrença, do desânimo, do materialismo desagregador, da preguiça, enfim, de todo mal]. E dai de graça o que de graça recebeis.

 

E prosseguindo na palestra de 1991:

A vontade do Cristo, de que Sua Excelsa Misericórdia reine por todo o planeta, é muito clara. Sabendo que o Criador não deseja que se perca uma sequer de Suas criaturas, alguns poderiam indagar:

 

— Ah, mas e aqueles que nunca conheceram a palavra de Jesus porque estão em latitudes e longitudes da Terra aonde o Evangelho não chegou?

 

Esses também, se seguirem os bons caminhos do relacionamento fraternal entre os seres terrenos (e espirituais), cumprirão os ensinamentos do Cristo. Do contrário, estariam condenados para todo o sempre. E o criminoso nessa história seria Deus, porque teria feito com que nascessem em regiões aonde jamais chegaria a Palavra do Seu Filho, sentenciando-os a priori. Nem mesmo a justiça humana aceita um absurdo como este: condenar antes de ter nascido, ou responsabilizar alguém porque nasceu lá longe, não podendo, assim, tomar conhecimento da lei. A salvação vem para as criaturas segundo um critério ecumenicamente divino, portanto universal, que estamos ainda lutando e lutando para aprender.

 

O batismo do Cristo é uma conquista diária

Então, o batismo do Cristo é a luta diária, é o bom desempenho que Você apresenta no cotidiano. Não adianta ler a Bíblia e não aplicá-la em sua Parte Divina*3. Para que nos serve viver a religião dentro dos templos somente? Como já dissera o Mahatma Gandhi (1869-1948):

 

Os únicos demônios neste mundo são aqueles que estão dentro dos nossos corações. É lá que nossas batalhas devem ser travadas.

 

O que resolveria estar falando com Vocês, e todos saírem daqui, chegarem lá fora e esquecessem o que aprendemos?… A condenação advém justamente disto: quando a criatura é omissa e não põe em prática os ensinamentos inspirados pelo Divino Professor, deixando em risco todo o orbe. Vejam o exemplo da questão ecológica. Quantos louvam o Criador em seus respeitáveis templos religiosos e, depois, voltam para os seus trabalhos e despejam lixo no solo, nas águas e na atmosfera?! Isso não é servir a Deus. (…)

Jesus perdoou Madalena. E, no caso da mulher acusada de adultério, não permitiu que aqueles homens iníquos a lapidassem. Ele não dava colher de chá aos covardes, aos hipócritas. E os admoestava:

 

— Livrai-vos do fermento da hipocrisia. (Jesus — Lucas, 12:1)

 

Portanto, não sejamos hipócritas. O que Jesus condena é a ausência de Fé e Boas Obras. Daí a grande responsabilidade de todos os pregadores da Religião do Terceiro Milênio, porque Jesus, aos Seus Discípulos e Apóstolos, depois da Ressurreição, determina sair pelo mundo pregando e socorrendo.

 

Preparação para a Prece

Mas é necessário, Divino Mestre, que afastes de nós qualquer temor, toda a falsa humildade de considerar-nos como despreparados, simplórios demais, para não Te servir. Esses são vergonha para o Teu Exército. E Tu, Cristo Ecumênico, nos dizes que

 

— toda planta que meu Pai Celestial não plantou será arrancada pela raiz (Evangelho segundo Mateus, 15:13).

 

E assim o é. Pois aqueles que se envergonham de Ti o fazem por estar mais interessados nos seus prazeres pessoais, na exigência doentia de, a todo momento, ver reconhecidos os seus valores, quando não há, neste mundo, importância que suplante o Valor Supremo que és Tu, Jesus. Esquecem que assumiram Contigo, na vida espiritual, sérios compromissos. Tu esclareceste que, se não Te testemunharmos perante os homens, como poderás nos testemunhar diante do Pai Celestial? As trombetas apocalípticas tocam, e não estão querendo ouvi-las. Contudo, graças a Deus!, os Teus Legionários prosseguem decididos a levar a Tua Mensagem de Paz a toda parte, neste e no Outro Plano, pois ninguém morre. Daí o tremendo erro que é o suicídio. Razão pela qual escreveu o saudoso Proclamador da Religião de Deus, Alziro Zarur (1914-1979):

 

— O suicídio não resolve as angústias de ninguém.

 

“Está feito!” Não resta mais tempo. Recordo-me tão bem daquela noite em que lá estávamos, diversos Cristãos do Novo Mandamento, em 1961, quando o velho Zarur reiterou seus ensinamentos sobre o funil que viria sobre a Humanidade e pelo qual ela teria de passar.

Mas, Jesus, os perseverantes não Te desonrarão, não Te negarão. Sabemos que fortalecerás sempre o Teu Rebanho, que se encontra em todas as crenças, na Terra e no Céu. E realmente estão. Revelaste no Evangelho segundo João, 10:15 e 16:

 

15 Assim como o Pai me conhece, Eu também conheço o Pai e dou a minha vida pelas ovelhas.

16 Tenho outras que não são deste aprisco, e a mim convém buscá-las. E elas ouvirão a minha voz, e haverá um só Rebanho para um só Pastor.

 

E no Apocalipse, 7:9 a 17:

 

A Visão dos Glorificados (na Terra e no Céu)

 

9 Depois destas coisas olhei, e eis grande multidão que ninguém podia enumerar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro de Deus, trajando vestiduras brancas, com palmas nas suas mãos;

10 e clamava com grande voz, dizendo: Ao nosso Deus, que se assenta no trono, e ao Divino Cordeiro pertence a salvação.

11 E todos os Anjos estavam de pé em derredor do trono, e dos anciãos, e dos quatro seres viventes: e ante o trono se prostraram sobre os seus rostos e adoraram a Deus,

12 dizendo: Amém. Bênção e claridade, e o louvor, e a glória, e a sabedoria, e ações de graça, e a honra, e o poder, e a fortaleza sejam ao nosso Deus pelos séculos dos séculos. Amém.

13 Um dos anciãos tomou da palavra, dizendo: Estes que trajam vestiduras brancas quem são e de onde vieram?

14 Respondi-lhe: Meu Senhor, Tu o sabes. Ele, então, me disse: São estes os que vêm da grande tribulação, que lavaram suas vestiduras e as alvejaram no sangue de Cristo Jesus,

15 razão por que se acham diante do trono de Deus e O servem de dia e de noite no Seu Templo; e Aquele que se acha sentado no trono estenderá sobre eles o Seu tabernáculo e habitará sobre eles.

16 Jamais terão fome, nunca mais terão sede, não cairá sobre eles o sol nem ardor algum,

17 pois o Cordeiro de Deus que se encontra no meio do trono os apascentará e os guiará para as fontes da água da vida. E Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima.

 

Diante dessa revelação que fizeste, com Tua vigorosa palavra, por intermédio dos que Te são fiéis, eternamente fiéis, cuidarás das Tuas ovelhas. Mesmo quando pior for o tormento do mundo, pois, como se encontra no Terceiro Selo (Apocalipse segundo João, 6:5 e 6), não permitirás ao cavalo preto, a fome — desde a do corpo à da Alma —, danificar o azeite e o vinho.

 

O Terceiro Selo

 

5 Quando o Cordeiro de Deus abriu o terceiro selo, ouvi o terceiro ser vivente, dizendo: Vem e vê! Então apareceu um cavalo preto; e o seu cavaleiro com uma balança na mão.

6 E ouvi uma voz no meio dos quatro seres viventes que dizia: Uma medida de trigo por um denário; três medidas de cevada por um denário; e não danifiques o azeite e o vinho.

 

São símbolos fortes na interpretação da Profecia. Aqui representam as criaturas pacientes, perseverantes. Ou Vocês acham que Jesus vai abandonar os que creem Nele? O Celeste Provedor testa qualquer criatura. Reparem que, sempre que somos avaliados na Religião de Deus, logo em seguida surge uma grande vitória. Vocês não podem entregar o poder, o dinheiro, a confiança a quem devidamente não conheçam, àquele que não lhes tenha demonstrado de forma singular ser amigo, fiel. Que não vá pegar o bastão e tornar-se com ele vilão, saindo por aí a bater na cabeça de toda gente. É preciso que primeiramente seja

 

— purificado como se purifica a prata, e provado como se prova o ouro,

 

como no dizer do Profeta Zacarias, 13:9 do seu livro, no Antigo Testamento da Bíblia Sagrada.

Por isso, Jesus, dá-nos a Tua força e a Tua perseverança, para que, ao se cumprir o Sexto Selo (Apocalipse segundo João, 6:12 a 17), não seja mos nós a gritar, desesperados, aos montes e aos rochedos:

 

— Caí sobre nós e escondei-nos da face Daquele que se assenta no trono e da ira do Cordeiro de Deus, porque chegou o grande dia da Sua ira. Quem poderá sobreviver?

 

Invoca-me no dia da angústia

 

Devemos aproveitar bem as lições de Jesus, porque, repito, os Tempos chegaram! E na hora do suplício, não somente pessoal, mas da aflição sobre toda a Humanidade, devemos invocar Deus e o Cristo Ecumênico. E Eles nos atenderão por intermédio do Espírito Santo, nossos Amigos Espirituais. Paulo Apóstolo alertou que não nos devemos enganar, pois

 

estamos cercados por uma multidão de testemunhas invisíveis (Hebreus, 12:1).

 

Está escrito nos Salmos, 50:15:

 

Invoca-me no dia da angústia.

 

É o que estamos fazendo neste momento, invocando o Poder de Deus para diminuir a agonia entre as criaturas humanas, nossas Irmãs.

 

Oração

Então, vamos orar. Pensando na imensa responsabilidade que cabe aos Jovens Militantes da Religião do Terceiro Milênio, de improviso proferi esta prece:

 

Prece da Juventude Legionária da Boa Vontade nos meios de comunicação

Ó Jesus, Cristo Ecumênico, cuja misericórdia nos sustenta! Tu nos concedes a extraordinária oportunidade de usar os meios de comunicação que abriste para a Religião de Deus. Tudo isso para proclamar o Teu Evangelho-Apocalipse. Esperamos não Te desmerecer jamais, nem ao Teu Novo Mandamento, que para a Humanidade deixaste — “Amai-vos como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos, se tiverdes o mesmo Amor uns pelos outros. Não há maior Amor do que doar a própria vida pelos seus amigos” (Evangelho segundo João, 13:34 e 35 e 15:13). E esta, Jesus, é a Tua Lei de Solidariedade Universal, de que o mundo tanto precisa para viver a Sociedade Solidária Altruística Ecumênica, firmada no Teu Ecumenismo-Fraternidade. De forma que, pequeninos que somos, Te pedimos, ó Divino Comunicador, que penses pelo nosso cérebro, vibres pelo nosso coração, Te expresses pela nossa boca e atues pelas nossas mãos. Que a nossa palavra e os nossos atos enriqueçam os Teus ouvintes, telespectadores e internautas da Super Rede Boa Vontade de Comunicação. Que aqueles que sofrem possam receber o Teu conforto por nosso intermédio. E quem se considerar desamparado, perdido, tenha consciência de que não o está, porque Tu velas por todos, pois disseste: “Eu não vos deixarei órfãos; e estarei convosco, todos os dias, até o fim do mundo” (Boa Nova de Jesus consoante João, 14:18, e Mateus, 28:20). E que sejamos capazes de transmitir o Teu Celeste recado aos nossos Irmãos, sendo dignos de Ti e de Tua Obra.

Pai-Nosso

A Oração Ecumênica de Jesus

 

Pai Nosso, que estais no Céu (e em toda parte ao mesmo tempo), santificado seja o Vosso Nome. Venha a nós o Vosso Reino (de Justiça e de Verdade Celestes, sem as quais não pode haver Bondade, muito menos Amor). Seja feita a Vossa Vontade (jamais a nossa vontade) assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia dai-nos hoje (o pão transubstancial, a comida que não perece, o alimento para o Espírito, porque o pão para o corpo, iremos consegui-lo com o suor do nosso rosto). Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoarmos aos nossos ofensores. Não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal, porque Vosso é o Reino, e o Poder e a Glória para sempre. Amém!

 

Jesus, cuja Misericórdia nos sustenta, agradecemos-Te mais esta oportunidade de falar aos que nos honram com a sua presença e audiência. Estamos no ar por meio de várias emissoras da Mídia da Boa Vontade, também pela internet e, depois, pela revista.

Neste momento, Senhor, cada um de nós quer fazer-Te um pedido, elevá-lo ao Teu Coração Bendito, com toda a esperança em Ti sempre depositada. Atende, Senhor, a estas súplicas.

 

(Espaço para elevar o pedido)

 

Graças, Senhor!

Dá-nos a Divina Paz que prometeste àqueles que vivem o Teu Novo Mandamento:

 

─ Minha Paz vos deixo, minha Paz vos dou. Eu não vos dou a paz do mundo. Eu vos dou a Paz de Deus, que o mundo não vos pode dar. Não se turbe o vosso coração nem se arreceie. Porque Eu estarei convosco, todos os dias, até o fim do mundo! (Evangelho segundo João, 14:27 e 1, e Mateus, 28:20).

 

“Glória a Deus nas Alturas, Paz na Terra aos Homens e Mulheres, Jovens, Crianças e Espíritos da Boa Vontade de Deus!”

 

Quem confia em Jesus não perde o seu tempo, porque Ele é o Grande Amigo que não abandona amigo no meio do caminho.

Deus Está Presente!

Viva Jesus em nossos corações para sempre!

Que assim seja!

 

 

NOTAS:

*1 Leia mais sobre o assunto no subtítulo “Livre-arbítrio gera determinismo”, constante do capítulo “Os Profetas e o Fim dos Tempos (II)”, no livro As Profecias sem Mistério, de Paiva Netto.

*2 “Eu vos batizo com água (água do Jordão), mas após mim vem Aquele que é maior que eu, do qual nem sou digno de sacudir o pó das sandálias. Ele vos batizará com Espírito Santo e fogo(Evangelho segundo Mateus, 3:11). Leia explicação de Paiva Netto em “Jesus, a Fiel Testemunha, o Primogênito dos Mortos”, na edição 105 da revista JESUS ESTÁ CHEGANDO!.

*3 Parte Divina da Bíblia Sagrada — Leia mais sobre o assunto na página 41 (6a edição) de Jesus, o Profeta Divino, de Paiva Netto.

 

 

LEGENDAS DO BOXE DA P. 15:

 

Aconteceu em 13 de dezembro — Comemorando grandes vitórias alcançadas em 2011 pelas Instituições da Boa Vontade, o Irmão Paiva conduziu emblemática reunião pautada pelo estudo da passagem “Jesus aparece a alguns discípulos” (Evangelho segundo João, capítulo 21). Nela, destacou a boa iniciativa, a obediência e a Fé no Divino Mestre, conforme exemplifica Pedro Apóstolo. Ele seguiu fielmente a ordem de Jesus, ao lançar a rede no lado certo do barco, e pescou 153 grandes peixes, sem que a rede rompesse. Esta demonstração da crença no Cristo é a alavanca da fartura espiritual e material, uma profunda lição para o pleno sucesso das IBVs em 2012. Antes de seguirem a instrução do Senhor, os Apóstolos não conseguiam pescar nada.

 

A partir de seu gabinete de trabalho na Regional da LBV na capital do RJ — onde recebeu conselheiros fraternos, superintendentes, ministros pregadores e administradores das IBVs —, o Irmão Paiva comandou o importante encontro, que contou com a participação de componentes da Família Legionária do Brasil e do mundo, a exemplo de Portugal, EUA, Argentina, Paraguai e Uruguai. Via satélite, o evento também foi transmitido, ao vivo, pela Super Rede Boa Vontade de Rádio, com ampla repercussão.

 

Estamos montando nosso clube de assinatura. Deixe seu e-mail que informaremos assim que entrar no ar =)

Ecumenismo

Espiritualidade

Evangelho-Apocalipse

Revista JESUS ESTÁ CHEGANDO!

Av. Marechal Floriano, 114 • Centro • Rio de Janeiro/RJ20080-002

(21) 2216-7851

jesusestachegando@boavontade.com

Pesquisar