Editorial

A Missão dos Setenta e a Lição do Lobo (II)

Antes de dar prosseguimento à análise que estou realizando, com Vocês, do Evangelho de Jesus, segundo Lucas, capítulo 10, versículos de 1 a 24, gostaria de registrar a minha satisfação ao tomar ciência — por intermédio de cartas, e-mails e depoimentos na Super Rede Boa Vontade de Comunicação —, de que jovens (de todas as idades) estão estudando com afinco as matérias doutrinárias ecumênicas da Religião de Deus, a Religião do Amor Universal, publicadas em JESUS ESTÁ CHEGANDO!

A palestra que pronunciei na Super RBV, a partir de 31 de dezembro de 2004, em Glorinha, Rio Grande do Sul, por solicitação de vários ouvintes, está sendo por partes apresentada nesta revista e também no site, acrescida de novas considerações. Sua repercussão traz à minha Alma a alegria de vir contribuindo para o fortalecimento espiritual e, conseqüentemente, material daqueles que buscam no Evangelho-Apocalipse do Cristo Ecumênico, em Espírito e Verdade à luz do Seu Novo Mandamento (João, 13:34 e 35), lenitivo para os dramas da existência humana.

 

Mensagem Redentora

Nos relatos sobre as palavras e exemplos de Jesus, segundo Lucas, 10:1 a 24, encontramos passagem famosa em que o Cristo de Deus entrega missões a 70 discípulos que, mais tarde, no mundo, pelo processo da reencarnação, continuariam, no decorrer dos séculos, a propagar a Mensagem Redentora do Educador Celeste.

 

“1 Depois disto, o Senhor designou outros setenta, e os enviou de dois em dois, para que O precedessem em cada cidade e lugar aonde Ele estava para ir.

“2 E lhes fez a seguinte advertência: A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a Sua seara.

“3 Ide! Eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos.

“4 Não leveis bolsa, nem alforje, nem sandálias, e a ninguém saudeis pelo caminho.

“5 E, em qualquer casa onde entrardes, dizei primeiro: Paz seja nesta casa!

“6 E, se houver ali algum filho da paz, repousará sobre ele a vossa paz; se não houver, a paz voltará para vós.

“7 Permanecei, no mesmo lugar, comendo e bebendo do que eles tiverem, pois digno é o operário de seu salário. Não andeis de casa em casa.

“8 Quando entrardes numa cidade e ali vos receberem, comei do que vos for oferecido.

“9 Curai os enfermos que nela houver e anunciai-lhes: Está próximo o Reino de Deus.

“10 Quando, porém, entrardes numa cidade e não vos receberem, saí pelas ruas, e clamai:

“11 Até o pó da vossa cidade, que se nos pegou aos pés, sacudimos contra vós. Não obstante, sabei que está próximo o Reino de Deus.

“12 Digo-vos que, no Dia do Julgamento, haverá menos rigor para Sodoma do que para aquela cidade que não quis ouvir o chamamento do Senhor.

“13 Ai de ti, Corazim! ai de ti, Betsaida! porque, se em Tiro e em Sídom se tivessem operado os milagres que em vós se fizeram, há muito que se teriam arrependido, assentadas em panos de saco e cinza.

“14 Contudo, por ocasião do Juízo Final, haverá menos rigor para Tiro e Sídom do que para vós.

“15 E tu, Cafarnaum, serás levantada até ao céu? Até ao inferno serás abatida.

“16 E, dirigindo-se de novo aos Seus discípulos, disse-lhes: Quem vos der ouvidos, a mim me ouve; e quem vos rejeita, a mim me rejeita; quem, porém, me rejeitar rejeita Aquele que me enviou.

“17 E voltaram os setenta com alegria, dizendo: Os próprios espíritos da treva se nos submeteram pelo Teu nome, Jesus!

“18 Mas Ele lhes respondeu: Eu via satanás caindo do Céu como um relâmpago.

“19 Eis que vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões, e sobre todo o poder do inimigo. E nada, absolutamente nada, vos causará dano.

“20 Não obstante, alegrai-vos, não porque os espíritos se vos submetam; e sim porque o vosso nome está inscrito nos céus.

“21 Naquela hora, exultou Jesus no Espírito Santo e exclamou: Graças Te dou, ó Pai, Senhor do Céu e da Terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos do mundo e as revelaste aos pequeninos.Sim, ó Pai, porque assim foi do Teu agrado.

“22 Tudo me foi entregue por meu Pai. Ninguém sabe quem é o Filho, senão o Pai; e também ninguém sabe quem é o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar.

“23 E, voltando-se para os Seus discípulos, disse-lhes particularmente: Bem-aventurados os olhos que vêem as coisas que vós vedes,

“24 pois Eu vos afirmo que muitos profetas e reis quiseram ver o que vedes e não o viram; e ouvir o que ouvis e não o ouviram.” (grifos nossos)

 

Primeiros Comentários

Notem que os discípulos partiram designados por Jesus, dois a dois, para que O precedessem em cada cidade, em lugares por onde estivesse para ir. Contudo, lhes fez esta advertência:

 

“10:2 – (…) A seara é grande, mas os trabalhadores, poucos. 

“Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a Sua seara”.

É o que estou mais uma vez fazendo em um ano que surge, anunciando muitas lutas, porém igualmente extraordinárias Vitórias. Rogo, sem cessar, ao Criador, que aproxime das Instituições da Boa Vontade (IBVs) os Espíritos – encarnados como também os desencarnados, visto que os mortos não morrem – que têm compromisso com estes Sagrados Ideais.

 

Resposta de Emmanuel

Em 5 de dezembro de 1956, às 23 horas — por intermédio do saudoso Legionário da Boa Vontade, o notável médium Francisco Cândido Xavier (1910-2002), que ainda residia em Pedro Leopoldo, Minas Gerais — respondeu Emmanuel à seguinte indagação do sempre lembrado Irmão Alziro Zarur (1914-1979):

 

Pergunta — Todos já se apresentaram, ou há outros que estão por surgir (na Legião da Boa Vontade), de acordo com os desígnios de nosso Mestre e Senhor?

Resposta — Estejamos convictos de que as Legiões do Amor receberão, constantemente, novos recursos de cooperação, por intermédio daqueles que se lhes agregam à bandeira do Bem”.

 

 

Lançando Sementes

O Divino Mestre não deixa de lançar as Suas sementes. Elas caem em diversos pontos: em um terreno árido de superfície coberta de pedras, à beira das estradas pelas quais pés distraídos transitam amassando-as, mas também se deparam com o solo fértil e nele crescem, são regadas pelos ensinamentos do Seareiro-Mor e vão sobejamente fornecendo frutos e mais frutos da melhor qualidade (Evangelho, segundo Mateus, 13:8).

Essa é a confiança que deposito no fervor de Vocês pela Obra, porque sei que assim o Cristo Ecumênico o deseja.

 

Ovelhas e lobos

 

“10:3 — Ide! Eis que Eu vos envio como cordeiros para o meio de lobos.”

 

Jesus mandou Seus discípulos serem alimento fácil para “lobos”? Não! Ele os alertou, isso sim, quanto à natureza deste orbe ainda borrascoso. Dessa forma é que se age como amigo. Ou Você entrega uma tarefa a um trabalhador da Seara, e não o aparelha? Aquele que assim o faz é, no mínimo, incompetente ou não se interessa pelo Bem dos cordeiros que por Deus lhe foram confiados. Até para tomar conta de uma porta, o sentinela tem de ser instruído a respeito de como agir. Não se dá uma incumbência a quem quer que seja sem ensinar-lhe o que se sabe sobre ela, tendo em vista o que ao discípulo será preciso fazer. Senão toda obra no mundo sofreria solução de continuidade perpétua. Significa que não conseguiria avançar, pois a cada ingresso de novos valores necessitaria retornar ao início, em conseqüência da falta de orientação e treinamento correto dos novatos. Só criminoso, ou criminosa, age assim com quem dele (ou dela) depende: não impedir que quebre a cara, como se diz popularmente, dentro de qualquer entidade na qual desempenha função da mais simples à de alta confiança. Trata-se tal comportamento da ação espúria do “lobo” dentro da própria casa. Atitude covarde, e não somente grave infração perante as leis morais da Terra, sobretudo, dos Preceitos de Deus.

 

A lição do pensamento desgovernado

O Celeste Provedor deixou-nos o Legado da Perseverança*1. Então, perseveremos!

No que tange à postura de cordeiros, é bom ressaltar que Jesus não nos aconselha a oferecer o pescoço para servir de banquete a uma alcatéia, porquanto seria a negação do que Ele afirma ao censurar em Sua Boa Nova, segundo João, 10:12, o pastor que abandona as ovelhas. E mais: o Divino Pegureiro adverte que o pastor de verdade dá a sua vida por elas (Evangelho, consoante o Discípulo Amado*2, 10:11). O ensinamento do Sublime Estratego Jesus é claro: “Eis que Eu vos envio como cordeiros”, e aquilo que sei — no Evangelho e no Apocalipse — vos transmito para que possais defender-vos dos “lobos”. Isto é, que conheçam as artimanhas do predador, todavia não as absorvam, tingindo de escuridão as suas Almas. Nem caiam em suas insinuações malévolas, porque visam à destruição das ovelhas, levando-as às dores produzidas pelo pensamento desgovernado.

Mas o que são o pensamento desgovernado e o “lobo” invisível? É o que veremos no próximo número de JESUS ESTÁ CHEGANDO!

 

~ II ~

 

A Primeira Caridade

 

Estarei comemorando, primeiramente em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, a 20 de junho de 2006*3, meio século de trabalho na Legião da Boa Vontade. Em 15 de julho deste mesmo ano, a solenidade será em São Paulo/SP (no Ginásio da Portuguesa). No Rio de Janeiro, cidade na qual nasceu a LBV, também festejaremos, por proposta de tantos e tantos amigos e simpatizantes, esse cinqüentenário que tanto me honra. Na capital carioca, a data ainda será marcada.

Luto por merecer a Caridade de Deus, fortalecido, pois, por ela, cheio de esperança e na certeza da continuação desta tarefa, porque em todos os momentos procurei guardar em minha Alma a Primeira Caridade*4 — aquele ímpeto que, magicamente, nos impulsiona quando descobrimos o bom Ideal de nossa vida.

O Irmão Zarur ensinava que “a LBV é um compromisso que não cessa nem com a morte”.

Daí concluirmos: quanto mais em plena vida física!

Tenho certeza de que nessas datas — entre os que me honrarão com suas presenças — encontrarei Legionários veteranos (da Terra e do Espaço) e muitos da nova safra com que Jesus perpetua a Sua Obra.

 

A Mulher Cananéia

 

Ao procurar Jesus, a desvelada mãe, que era da região dos cananeus, persistiu firmemente no intento de conseguir socorro para sua filha, que se encontrava perturbada.

Antes, porém, de ajudá-la, o Cristo quis pôr à prova a Fé que possuía. Disse-lhe Ele: “— Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos”.

Ela, contudo, insistiu:“— Sim, Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos”. 

Diante disso, Jesus afirmou: “— Ó mulher, quão grande é a tua fé! Faça-se contigo como desejares. E, desde aquele momento, sua filha ficou sã” (Evangelho de Jesus, segundo Mateus15:22 a 28).

 

Aos que porventura possam estranhar a transcrição deste comovente trecho bíblico dentro do tema que venho desenvolvendo, explico: foi esta a maneira mais singela que encontrei para homenagear — pela passagem do Dia Internacional da Mulher (8 de março) — a fibra de valorosas Mulheres da Boa Vontade de Deus que, pelos milênios, vêm contribuindo, com sua perseverança no Bem, para o progresso da Humanidade.

Muito já escrevi sobre o importante papel delas no contexto ético, igualitário e espiritual dos povos. Exemplo disso é o documento encaminhado à 50ª Sessão da Comissão do Status da Mulher*5, ocorrida de 28 de fevereiro a 10 de março de 2006, na Sede das Nações Unidas, em Nova York, EUA. Foi divulgado pela ONU em seis idiomas (Árabe, Chinês, Espanhol, Francês, Inglês e Russo) e remetido aos chefes de Estado e organizações não-governamentais que participavam do evento.

Nele, reforço a postura vanguardeira da Legião da Boa Vontade de que, no trabalho, há um justo conceito de valor entre homens e mulheres: o da competência. Então, os sexos nisto estarão harmonizados. Que brilhe o Homem, que brilhe a Mulher, conforme a capacidade de cada um.

 

(Continua)

 

___________________

 

*1 O Legado da Perseverança — Evangelho de Jesus, segundo Lucas, 21:19.

*2 Discípulo Amado — O termo refere-se a João Evangelista.

*3 No Theatro São Pedro — Haverá, no dia 20 de junho de 2006, uma solenidade comemorativa do cinqüentenário de trabalho de Paiva Netto na Legião da Boa Vontade, no tradicional Theatro São Pedro, de Porto Alegre/RS, Brasil, localizado na Praça Marechal Deodoro, s/n, conhecida como Praça da Matriz. No dia 15 de julho, será a vez de o Ginásio da Portuguesa (na Marginal Tietê) receber os amigos e simpatizantes da LBV de todo o Brasil e do Exterior para os festejos dos 50 anos de Paiva Netto, dedicados a Deus e ao Povo.

*4 Primeira Caridade — Carta à Igreja em Éfeso (Apocalipse de Jesus, segundo João, 2:4).

*5 Documento da LBV encaminhado à 50ª Sessão da Comissão do Status da Mulher — A Organização das Nações Unidas (ONU) enviou a publicação a várias instituições pelo mundo. Com efeito, o site europeu africa.sapo reproduziu trechos dos comentários de Paiva Netto. Leia mais sobre o assunto na Seção Fórum Permanente Jesus, na página 28, da edição 88 da Revista Jesus Está Chegando!.

 

Estamos montando nosso clube de assinatura. Deixe seu e-mail que informaremos assim que entrar no ar =)

Ecumenismo

Espiritualidade

Evangelho-Apocalipse

Revista JESUS ESTÁ CHEGANDO!

Av. Marechal Floriano, 114 • Centro • Rio de Janeiro/RJ20080-002

(21) 2216-7851

jesusestachegando@boavontade.com

Pesquisar